Nitvista
Bate-papo
Fotos da Cidade
Fortes
MAC
Nictheroy
Aéreas
Praias
Outras Fotos
Noitada|Agito cultural
Cinemas
Shows, Festas e Boates
Bares
Restaurantes
Exposições
Peças
Cursos e Palestras
Outros Eventos
Nikitinautas
Cadastro
Login
Informações Gerais
Censo 2000
Das Regiões
Dos Bairros
História
Outras Informações
Artista do Mês
Postal Nitvista
Turismo
Pontos Turísticos
Hotéis e Campings
Outros
Preserve Itacoatiara
Condições do Mar
News
Galera da Praia
Ecologismo
Previsão do Tempo
Enquetes
Trânsito online
Câmeras na cidade
Câmeras - Ponte Rio - Niterói
Religião
Telefones úteis
Anuncie no Nitvista
Equipe Internit
Fale Conosco

Postal Nitvista Nikitinautas Noitada e Agito Cultural Bate-papo

Ecoando - Ecologia e Caminhadas

Home O Ecoando Atividades Programação Participe Ecodicas Notícias Coordenação
  Ecopoesia Depoimentos Galeria de Fotos Contato Destaques Artigos Diário de Trilha Associe-se  
 
  Diário de Trilha    
  PEDRA DO CORTIÇO
19/08/2017
 
 

Talvez por causa da chuva que caiu durante dias e perdurou até poucas horas antes de nossa saída para Petrópolis, muita gente não deve ter se animado em participar dessa caminhada de estreia na programação do Ecoando.

 

E isso aconteceu mesmo com as previsões de probabilidade nula de chuva e minha garantia de que a trilha era suficientemente estável e segura de ser feita, mesmo úmida. Fazer o quê, né?! Tem gente que tem síndrome de São Tomé ou só acredita nas suas próprias convicções. Paciência.

 

Por sorte, duas destemidas ecoandistas resolveram pagar para ver se as estimativas estavam corretas ou não. E se deram bem!

 

Assim, saímos de Niterói com o tempo bem fechado e as ruas ainda molhadas, chegando ao bairro de São Sebastião, em Petrópolis, às 8h.

 

Estacionamos o Andarilho (a minivan do Ecoando) em uma rua menos movimentada e fizermos o bate-papo em frente à igreja. Entramos na trilha pouco depois.

 

Fazia bastante frio, mas nossa movimentação nos fez querer tirar logo os casacos. E logo também constatamos que ambas as previsões iniciais - tanto em relação ao tempo quanto à trilha - estavam corretíssimas.

 

O sol foi se animando a cada passo que dávamos. E o terreno estava bem estável e em nada escorregadio, confirmando as previsões e minha avaliação. Assim, já dava para imaginar a frustração de quem havia desistido quando visse as fotos...

 

Às 8h45, saímos da mata e entramos no trecho mais agreste da elevação, onde predomina uma floresta de arbustos baixos e retorcidos, além de um terreno mais mineralizado. Chegamos ao cume do Cortiço às 9h10.

 

Ventava bastante lá em cima, mas nada que os agasalhos que levamos e algumas barreiras de vegetação não resolvessem.

 

Embora o sol até aparecesse de vez em quando, o belo manto de nuvens que estava abaixo de nós não nos permitia ver a totalidade das paisagens que se descortinam em 360 graus lá de cima.

 

Vez por outra conseguíamos vislumbrar um pedacinho da Baía de Guanabara, o Pão de Açúcar, o Alto Mourão e até montanhas de Maricá. Além é claro das montanhas da Serra dos Órgãos, da Serra do Couto e outras mais distantes, como em Mangaratiba. Ou seja, mesmo com muitas nuvens, as vistas ainda eram o maior atrativo desse lugar.

 

Começamos a descer às 10h, chegando por volta das 12h de volta ao Andarilho, sãos e salvos. Teríamos ficado mais tempo lá em cima, se não fosse o frio e o vento.

 

Na volta para Niterói, o tempo foi abrindo cada vez mais. Tomara que os amarelões tenham aprendido a lição.

 

Até a próxima trilha!

 

Abraços,

 

Cássio Garcez

 

Coordenador

 
  < ANTERIOR PRÓXIMO >  
  > 26/08/2017 - TRAVESSIA GRUMARI-GROTA FUNDA (adiada de 5/8)  
  > 20/08/2017 - TRABALHANDO A TERRA E O MANGUEZAL  
  > 12/08/2017 - BICO MAIOR DO VALE DAS SEBASTIANAS  
  > 29/07/2017 - CIRCUITO SERRA DE URUSSANGA  
  > 23/07/2017 - TRAVESSIA DO CAMINHO COLONIAL  
 
Ecoando - Ecologia & Caminhadas - Rua dos Jacarandás, 1024, Engenho do Mato - Niterói - RJ.
CEP: 24.344-565 Tel: (21) 2709-5435 / 99155-8777
 
Copyright Internit Ltda 1996-2001